Então, aí que eu assisti esse filme em mil novecentos e nada. Na época eu era super jovenzinho, achei foda e durante anos foi um dos meus filmes prediletos porém, ontem resolvi assistir novamente e a minha opinião mudou. Na verdade, eu mudei e, por consequencia, minha visão para o filme também mudou. É como quando vc ama alguém e esse amor acaba, só que o amor não acaba de um dia pro outro, acaba aos poucos e, por isso, a gente não percebe.

Mas vamos ao filme.

Pontos positivos: Roteiro coeso, diálogos excelentes, elenco recheado de estrelas, boa trilha sonora.

Pontos negativos: É aí que entram fatos que na época passou despercebido. Primeiro que, o filme gira em torno de quatro mulheres e, desculpa mas, não uso mais mulheres como referencia. Segundo que, um filme com estórias tão bem contadas onde a relação humana é mostrada de uma forma extremamente crua nas suas neuroses, fraquezas, (des)entendimentos, compreensão e amor, não poderia acabar como um bobinho happy ending digno de novela das oito. Terceiro, quase todos tem esse final feliz, menos o personagem gay. Ele morre de aids, é o único que não termina bem, não porque morreu mas sim por não ter tido a oportunidade de tentar uma vida feliz como o restante dos personagens.

Pra quem quiser conferir e curte uma linha “short cuts” e “magnolia”, aqui tem o filme completo e legendado (basta clicar em “cc” no canto direito do player que a legenda aparece).

Anúncios